Se o grão de trigo não morrer

Se o grão de trigo não morrer

“Na verdade, na verdade vos digo que se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica eles só, mas se morrer, dá muito fruto (Jo 12:24)

Muitos hoje vão a Jesus para “ter” algo, receber Dele, mas o verdadeiro evangelho não consiste no ter, mas no doar-se e muitas vezes abdicar e perder algo que temos como “nossa” prioridade.
Diz a palavra de Deus que certa vez estava Jesus junto ao mar de Galiléia e estavam com Ele os irmãos Simão Pedro e André.
Diz as Escrituras que enquanto pescavam disse-lhes Jesus: “Vinde após mim e vos farei pescadores de homens”. Diz a palavra de Deus que eles deixaram “imediatamente” as redes e o seguiram (Mc 1:16-18). Numa outra passagem diz que deixaram o barco e seu pai (Mt 4:22). O evangelho de Lucas simplifica essa passagem dizendo: “Eles deixaram tudo e o seguiram”(Lc 5:11)
Vemos que a prioridade daqueles homens era pescar e na verdade eles estavam trabalhando. Talvez isso fosse uma boa desculpa para não seguir o Senhor , mas eles não hesitaram em seguir Jesus e abandonar tudo que lhes era prioridade.

Muitos cristãos hoje tem como prioridade os cuidados deste mundo e as riquezas que este mundo lhes proporciona. É justamente isso que faz sufocar a palavra de Deus conforme está escrito em Marcos 4:

Mas os cuidados deste mundo, e os enganos das riquezas e as ambições de outras coisas, entrando, sufocam a palavra, e fica infrutífera”. (Mc 4:19).

João escreve que não devemos “amar” o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém assim o faz o amor de Deus não está nele. Diz a palavra de Deus:

Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo.E o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre.(1 Jo 2:16-17).

Nós amamos o mundo quando resolvemos cuidar, zelar e dar prioridade em nossas vidas de algo que seria nos acrescentado naturalmente se buscássemos a Deus(Mt 6:33). Quando fazemos assim alimentamos a nós mesmos em nossas concupiscências. É por isso que a prioridade deve ser do Senhor, buscando fazer a Sua vontade.

Creio que um dos ensinos mal compreendidos e de difícil assimilação aos crentes é o que se refere a abnegação e mortificação da velha natureza. Seguir Jesus é até fácil do ponto de vista natural, mas seguir em obediência a sua palavra tem sido a grande dificuldade de mutos cristãos. A palavra de Deus fala de um jovem rico que queria seguir Jesus, mas que mesmo tendo adorado ao Senhor acabou não obedecendo por não querer negar a sim mesmo, por ser riquíssimo(Lc 18:18-23).
Creio que se fosse hoje, Jesus seria de certa forma “recriminado” por essa atitude. Nos tempos atuais de evangelho sem renúncia seria um absurdo não aceitar aquela proposta.
Talvez , hoje , para muitos ministérios seria de muita valia aquele jovem rico para ser um colaborador fiel do ministério, coluna da igreja para “financiar a obra de Deus”.
O Senhor deseja que o siga aqueles que “verdadeiramente” obedeçam a sua voz. Mais do que “jovens ricos” para financiar a obra de Deus, Jesus deseja pessoas que “sinceramente” o adorem em Espírito e em verdade(Jo 4:24). Diz o evangelho de João que aquele que é sua ovelha ouve a sua voz (Jo 10:4). O Senhor chama pessoa que queiram obedece-lo sem reservas, que queiram abdicar dos valores e tesouros deste mundo para servi-lo de todo coração. E pessoas cujo coração não se inclinam para os cuidados e preocupações deste mundo, mas cujo maior objetivo é agradar a Deus.
Jesus mesmo disse :

“A vida de um homem não consiste na abundância de bens que possui(Lc 12:31).
Buscai, “antes de tudo”, o seu Reino , e estas coisas vos serão acrescentados(Lc 12:31).
Não podemos servir ao Senhor e Mamom(riquezas), pois aborrecerá um e amará o outro(Lc 16:13).
Aonde estiver o vosso tesouro, ali estará o vosso coração (Lc 12:34)

Salomão um dos homens mais ricos e abençoados disse:

Melhor é o pouco com justiça do que a abundancia de colheita com injustiça (Pv 16:8).

Infelizmente temos visto crescer um evangelho que agrada a todos, pois não existe renúncia, mudança e abnegação. Um evangelho que aceita Jesus mas que nega a sua cruz. Certo pregador renomado admitiu recentemente que os cultos específicos de prosperidade e voltado “as bençãos” em sua igreja lotavam mais do que em outras reuniões.

Jesus mesmo disse: “Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, negue-se e tome a sua cruz e siga-me”. (Mc 8:34-35). Lucas escreveu que devemos levar a cada dia nossa cruz((Lc 9:23). Porque qualquer que quiser salvar sua vida perde-la-a, mas qualquer que por “amor de mim”, perder a sua vida, a salvará(Lc 9:24).

Amados é preciso morrer para si. Se o grão de trigo não morrer, ele fica só, ou seja, ele não dá fruto. O Senhor deseja que possamos dar frutos, não somente frutos , mas “bons frutos”. A semente quando é lançada no terreno não crescem a menos que morram primeiro(1 Cor 15:36). É preciso morrer para gerar, germinar e dar fruto. É preciso fazer morrer a casca da semente, que muitas vezes está cheia da nossa carnalidade, os cuidados deste mundo, as riquezas e a religiosidade. Muitos crentes estão na casca ainda, pois não morreram. Nós não sabemos onde e como foram semeados, mas o que sabemos é que aqueles que ouvem a palavra de Deus e recebem darão frutos(Mc 4:20); Quando estamos sem deus nos sentimos com um grão minúsculo, duro e sem serventia. Mas quando tiramos toda essa dureza, toda casca que envolve nos desenvolvemos como registra Marcos na parábola da semente (Mc 4:26-29). Só deus pode transformar um pequeno grão em algo cheio de frutos. Aliás diz a palavra que sem Deus nós nada podemos fazer e quem permanece nele dá muito fruto.
Mas como já foi dito é preciso fazer morrer o grão de trigo, a semente dura. É necessário morrer tudo aquilo que é da velha natureza como diz colossenses: A prostituição, impureza, lascívia, o desejo maligno(vil concupiscência)e a avareza que é idolatria(Cl 3:5).
Só podemos fazer morrer ou mortificar algo que está vivo e atuante. Muitas pessoas querem seu usadas por Deus, mas esquecem de pedir ao senhor que façam morrer nossa antiga natureza.
É preciso morrer para que os rudimentos deste mundo para nascer para Deus.

É preciso que uma nova “existência se inicie, para que frutifiquemos para o Senhor (Rm 7:4)

About these ads

Sobre cassiooliv

Nasci em Porto Alegre em 1973 caçula de 4 irmãos me vi rodeado de uma infãncia sadia. Quanto tinha 5 anos uma "religiosa" me diz: Você será um homem de Deus". Achei estranho nesse momento, pois na forma religiosa de ver a vida era de moral um bom moço, mas anos mais tarde, quando deparado com a moral de um (verdadeiro Homem), me senti um trapo de imundícia. Gostava da Bíblia. mas naum a entendia, exceto quando via pela TV o saudoso Rex Humbardt. Anos se passaram, rebeldia, modismos,namoros frustrados conheço em 1999 alguém que revolucionaria minha vida. Pode-se dizer que existe uma grande diferença entre o que era e o que sou. Mas algo maior me modificou. Se me perguntam que eu sou, da onde eu vim , eu respondo assim: "Se fui judeu, era marrano, me tornei católico e hoje sou protestante , isso não importa , nem que me chamam de goym(gentio). Tudo por mim foi deixado de lado. Hoje sou CRISTÃO !!! E está consumado !!! EU SOU do EU SOU e não importa quem eu seja, mas que Ele seja em mim Não importa o que me chamem aqui,se nome de benção ou maldiçao,se crente ou fanático, não procuro agradar a homem, nem a nenhuma denominação. Sou mesmo é chamado para fora, sou Igreja de Deus,Templo do Espírito e Mensageiro das Boas Novas. Adorador de Deus,não por mérito, mas por recompensa. Creio no único D-us - YHVH (ADONAI) o Todo Poderoso que é o Espírito - (II Co 3:17) (Ruach HaKodesh - Espírito Santo), creio também em seu Filho e Messias Yeshua HaMashiach (Jesus o Messias).
Esse post foi publicado em artigos e marcado , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Se o grão de trigo não morrer

  1. Walace disse:

    Muito edificante esta palavra, concerteza a vida cristão começa com o arrependimento e morte para a velha vida.
    Que Deus o abençoe cada mais.

  2. jonatas disse:

    O grão de trigo é uma noticia para nós,ou seja, morrer e nascer de novo.É assim que começa o nosso ministério,morrer e nascer de novo.Obs. se a semente que caiu em nossos corações não nos levar a morte total da carne,ficarei só eu e a minha carne.

  3. Eliane disse:

    Graça e paz hoje eu conheço e passei por esta experiência de morte em Cristo Jesus. A morte do grão de trigo e sem duvida o fato mais lindo que um cristão pode vir a experiência de uma nova vida que nasce da morte.Aleluia Cristo vive.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s