ELE LEVOU TUDO (Estudo da Páscoa – parte 1 )


cristocruz


Quando ele subiu às alturas, levou cativo o cativeiro e concedeu dons aos homens. Ora, que quer dizer subiu, senão que também havia descido às regiões inferiores da terra? Aquele que desceu é também o mesmo que subiu acima de todos os céus, para encher todas as coisas (Ef 4:8-10)

É impressionante como Deus fala e a forma com que Ele fala.
Outro dia estava eu em casa, quando ligo a TV e me aparece uma cena de novela.
Não seria nada demais se não fosse por um detalhe:
“Eu detesto novela e tenho aversão a elas.”

Porém aquele dia , creio que o Espírito Santo queria falar comigo e me propus aquele “sacrifício”, fui saber que era o último capitulo da tal novela. Parece loucura não ter visto os demais capítulos e ver o último, mas já aprendi a ouvir um pouco a voz de Deus e como ele chama a minha atenção
O que Deus queria falar comigo e o que me chamou a atenção foi a morte do protagonista. Ele tinha o dom de poder dar a vida para quem estava prestes a morrer, sendo que ele havia morrido na cena.
No final ele precisou que outra pessoa, com o mesmo dom usasse disso para faze-lo viver novamente, mas ao tentar retribuir a vida que haviam lha dado, ele ouve essa frase:
“Não adianta Ele levou tudo”

Foi através disso que o Espírito Santo ministrou comigo o que um homem fez também a mais de 2007 anos. Esse homem era Jesus e também levou tudo, levou tudo que nos fazia sofrer na morte de cruz e se tornando maldição por nós, como o cordeiro de Deus, muitas coisas levou:

1.Ele levou a nossa vergonha:
Muitos podem perguntar: “Que vergonha é essa?”
Realmente quando estamos livres, esquecemos que um dia fomos escravos e quando estamos na “glória”, esquecemos que passamos por “vergonha” ou estamos numa situação sem vergonha ,principalmente quando é pecamos . A palavra de Deus diz que o iníquo(que vive em pecado) não conhece a vergonha (Sf 3:5).
Jesus foi ultrajado, oprimido , humilhado e desprezado (Is 53:3-7). Como ovelha muda não abriu a boca, despido foi, tendo sua vestes rasgadas, seu corpo nu exposto (para que você não tivesse vergonha nem de si, nem de ser Dele). Ele foi cuspido no rosto, recebeu escárnio e chibatadas dos guardas, desprezado pelo povo pelo qual Ele veio resgatar (Jo 1:11).

Na sua sede tomou bebida amarga que era para nós bebermos. Jesus suportou a cruz, não fazendo vergonha do que estava proposto. (Hb 12:2-3). Ele recebeu sobre si, uma coroa de deboche e uma placa de ironia. E tudo isso para que? Para que a vergonha que Ele passou, você nem sequer pudesse passar. Para que a vergonha Dele resultasse em dupla honra para nós(Is 61:7)

Por acaso você já sofreu vergonha ou suportou ela em favor de alguém?

Amados, só uma pessoa com um amor sobrenatural e uma íntima compaixão por vidas poderia fazer isso, levar a vergonha dos outros, sem levar em conta os erros cometidos, (mas levando sobre si a conta do pecado). Jesus não levou em conta o legalismo religioso, a aparência exterior, os preconceitos sociais, mas levou tudo na cruz.

Em várias passagens o Senhor diz: “E o meu povo jamais será envergonhado”(Joel 2:26;Sl 69:6,Is 49:23) Ele tem zelado por seu povo. Ele mais do que ninguém sabe que a vergonha do seu povo, ante as circunstâncias e a pessoas, também significa retrocesso em tudo, inclusive na área espiritual, que pode levar a morte. Muitos sentem-se incapazes de andar adiante na fé e deixam ser dominados pela vergonha , medo e acusação do inimigo.
E essa vergonha não significa timidez, mas a exposição de algo vergonhoso e pessoal, como o pecado , que impede que cresçamos. Mas o próprio jesus disse:

“Não venho para julgar, mas para salvar o mundo(Jo 12:47).

Entendamos, portanto, que a vergonha que passamos, Ele levou naquela cruz e que o preço da liberdade hoje, foi resultado da vergonha de um homem digno, há mais de 2007 anos atrás.

Muitos se acham indignos de aceitar e viver em Jesus. Realmente nãos somos dignos de receber, mas Ele , pela sua misericórdia de Deus, se expôs por você.
Jesus se expôs para que você não se sentisse envergonhado e incapacitado.
Ele também não se expôs a vergonha para que você vivesse uma vida indigna nesse mundo, vivendo uma vida literalmente “sem vergonha”.

Jesus disse: “Pois tenho suportado afrontas por amor de ti e o rosto se encobre de vexame” , “pois o zelo da tua casa me consumiu e as injúrias dos que te ultrajaram caem sobre mim” (Sl 69:7;9).

Portanto, não existe razão pra você viver um vida de vergonha. Jesus disse uma vez para a mulher pega em adultério e continua dizendo aos que se sentem envergonhados em nosso dias: Onde estão teus acusadores? Ninguém te condenou ? Nem eu te condeno, só vai-te e não peques mais (Jo 8:10-11)

2.Levou nossos pecados e erros :
Não é fácil admitir pecado e erro. Muitos não se aproximam de Deus por isso, pois creem que muitas coisas que cometem não são pecados, mas quando confrontados por um teste simples, como por exemplo dos 10 mandamentos, isso cai por terra. Como vimos no caso da mulher adultera, o pecado dela literalmente foi exposto, mas não só o dela, mas dos religiosos acusadores dela.

A palavra de Deus diz que aquele que encobre seus erros jamais prosperará, mas aquele que confessa, alcançara misericórdia(Pv 28:13).

Para Deus nada está encoberto que não venha a ser revelado (Lc 12:1-2).
Muitos contextualizam o pecado para nossa época, mas as consequências continuam sendo as mesmas do homicídio da época de Caim, do de homossexualismo na época de Abraão e de adultério da época de Davi . Pecado é pecado, em qualquer lugar e época. Diz um ditado que : “Errar é humano, mas pesistir no erro é burrice”, creio que a melhor frase seria: Errar é humano, persistir no erro é burrice , não se arrepender e não aceitar Jesus é estultice.

A lei em si não salva ninguém mas serve como espelho da nossa situação, serve de aio, serve para termos pleno conhecimento do nosso pecado(Rm 3:20).A palavra diz que não há um justo se quer , que não existe boa obra que possa nos justificar diante de Deus (Rm 3:10). Mas somos justificados por Jesus e sua Graça (Rm 3:24). Muitos dos que não admitem que pecam são os mesmo que se justificam pelas boas obras que fazem. Interessante isso, não é mesmo !!!

Se você vive essa situação, de não admitir a queda, o erro, saiba que você tem um ajudador que fará você lembrar de sua condição:
A palavra do Senhor diz que é o Espirito Santo que convence do pecado e do juízo (Jo 6:5-6) e é o Espírito de Deus que nos faz lembrar a obra da cruz também. Basta então você confessar e você verá que o Senhor levará também os seus pecados, inclusive aqueles que lhe são ocultos. (Sl 19:12)

“Mas ele foi traspassado pelas nossas transgressões e moído pelas nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas chagas fomos sarados”
(Is 53:4-5)

Anúncios

Sobre Anderson Cássio de Oliveira

Líder do ministério Missão Com Cristo, avivalista apologético, trabalha principalmente com ensino, discipulado e serviço cristão, voltados a levar a Igreja do Senhor a um avivamento genuíno (com base nas Escrituras). Administrador do blog de missões - Chamado para as Nações.
Esse post foi publicado em artigos e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s