Você está apegado a que ? (parte 1)


“Depois, nasceu o irmão, segurava com a mão o calcanhar de Esaú, por isso lhe chamava Jacó” (Gn 25:26).

Apegar – Agarrar, pegar, segurar, tomar apego, fazer aderir, colar, adaptar, aderir, prender-se, valer-se, procurando amparo e afeição.

Vivemos numa geração em que o apego a algo é fator primordial para muitas vidas.

Num tempo onde o “ser” é substituído pelo “ter”, não é de se estranhar que muitas  pessoas venham  a se apegar em alguma coisa. Algumas pessoas se apegam a vícios nocivos, outros a ídolos, outros a times de futebol. Muitas pessoas se apegam em relacionamentos, outros a seu trabalho, outros em seus feitos e outros em seus bens.  

 Enfim, o apegar-se é algo natural a humanidade sem Deus. Porém é necessários ressaltar que certos apegos levam a morte espiritual. O apego as coisas matérias, por exemplo, tem deixado muitas pessoas longe do propósito de Deus.

O famoso escritor cristão Charles Swindoll  relata que existem  4 perigos dos sistema mundano que a está centralizada em 4 “P”- Poder , prestígio , prazer  e posses. 
Infelizmente são muitos os que caem nesses perigos da ganância humana.  São muitas pessoas que se apegam nessas coisas. Tem um ditado popular que diz: “Dê poder a alguém e verás quem ela é”.  Eu completo dizendo: Dê-lhe fama(prestígio), sacie-o com os prazeres deste mundo e encha-lhe com bens desta terra  e verás “verdadeiramente” quem é essa pessoa por completo. 

E a Bíblia Sagrada também relata a história de vidas que se apegaram a esses perigos e quase perderam o que era  de mais precioso.

Numa delas, Jacó, cujo nome significa “suplantador ,ou seja, aquele que se apega ao pé, nasce apegado ao seu irmão Esaú. Foi buscando o direito de herança que Jacó trama juntamente com sua mãe Rebeca uma forma de ludibriar seu pai, Isaque.
Diz as Escrituras que o direito de herança pertencia ao filho mais velho Esaú, mas que por um prato de cozido foi trocado. (Gn 25:34).

Vemos que Jacó não mediu esforços para conseguir o que queria e concretizar o sentimento que estava apegado ao seu coração.  Existem pessoas que por estarem apegadas a sentimentos de poder acabam se enganando e acreditando em suas próprias mentiras.  Mas para todo apego errado e projeto iniquo existe um preço a  ser pago. A palavra de Deus diz que o Senhor se aborrece com aquele que mente e que do coração trama projetos iníquos(Pv 6:17-18).  Jacó foi um desses cujo era apegado ao engano e por se apegar a isso, Deus permitiu que outro enganador, ganancioso Labão, tio de Jacó, se apegasse no seu encalço (Gn 31:22).

Creio que o Senhor permite que sejamos provados em nossas debilidades a fim que sejamos aperfeiçoados. Não foi por acaso que um tio cobiçoso de torpe ganância viesse a estar no encalço de Jacó. Aliás , não ser cobiçoso de torpe ganância é um dos pré requisitos de quem quer servir a Deus(Tt 1:7;1Tm 3:8) . Na vida de Jacó foi necessário que muitas coisas acontecessem em sua vida para que se apegasse a Deus. Tudo aquilo que passou foi necessário para que se tornasse em benção. Jacó teve a herdade da primogenitura, mas o preço pago por ele foi alto. De nada adianta você ter um direito legal de herança se não poder desfrutar dela.
De nada adianta viver uma vida regalada cheia de bens materiais , mas cheia de enganos, sem ter a verdadeira riqueza.

O sábio Salomão diz que uns se dizem rico sem terem nada, outros sendo pobres  sendo muito ricos(Pv 13:7).             

Jacó tinha a herança, mas não era justo diante de Deus.  Se apegou inicialmente as bençãos  de Deus, mas viu que isso de nada adiantava, pois vivia uma vida errada.  Jacó sabia que vivia uma vida de enganação. Foi necessário que ele passasse por alguns lugares e necessidades para que ele encontrasse o Senhor.  Primeiro passou por Betel  onde  Jacó viu que não conhecia a Deus. Foi lá que sonhou e teve a visão do Senhor.  Mas foi em Peniel que teve um encontro real com o Senhor (Gn 28:16;32:24-32).  Foi lá que ele viu a presença de Deus face a face. (Gn 32:30).

Foi preciso que ele se apegasse ao anjo de Deus , numa luta pela verdadeira benção é que Jacó entendeu que não é preciso enganar alguém para ter as bênçãos de Deus.

Enfim, quando Jacó teve um encontro com Deus e se apegou a Ele é que sua vida foi realmente transformada. (Gn 32:26-30).

Tal como na vida de  Jacó o Senhor quer nos mostrar aquilo que tem realmente valor e que devemos nos apegar, que é Sua presença.   

Que possamos aprender através dessa lição de Jacó e nos encontrarmos com Deus, não somente uma vez, mas todos os dias da nossa vida para que nos apeguemos a Ele mais e mais e a nossa vida seja completamente salva.

A palavra de Deus nos adverte:

Acautelai-vos e guardai-vos da avareza, porque a vida de qualquer não consiste na abundância de bens que alguém possui.(Lc 12:15).

Vale mais o pouco que tem o justo do que as riquezas de muitos ímpios(Sl 37:16).

Sobre tudo que devemos nos apegar o salmista responde:

A minha alma apegase a ti: a tua destra me ampara” (Sl 63:8.).

Apego-me aos teus testemunhos; Ó Senhor, não me confundas. (Sl 119:31)

 

Anúncios

Sobre Anderson Cássio de Oliveira

Líder do ministério Missão Com Cristo, avivalista apologético, trabalha principalmente com ensino, discipulado e serviço cristão, voltados a levar a Igreja do Senhor a um avivamento genuíno (com base nas Escrituras). Administrador do blog de missões - Chamado para as Nações.
Esse post foi publicado em artigos e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s