Você está apegado a que ? (parte 2)


Ninguém pode servir a dois senhores, porque ou há de odiar a um e amar o outro, ou se dedicará  a um e desprezará a outro. Não podeis servir a Deus e a mamom(riquezas).
(Mt 6:24)

Existem também  algumas outras histórias relatadas nas Escrituras de pessoas que se apegaram ao ter do que ao ser.

Vemos o caso do jovem rico , que queria andar com Jesus, mas apegando-se as suas riquezas deixou de encontrar a salvação. (Mt 19:22).

Ananias e Safira também por amor ao dinheiro deixaram de receber o que era deles por direito porque se apegaram aos bens e não ao abençoador (At 5:1-10).  

Outra história bíblica que relata também alguém que se apegou as riquezas está escrito  em uma parábola no livro de Lucas no capítulo 15.

E disse:  Um certo homem tinha dois filhos. E o mais moço deles disse ao pai. Pai, dá-me a parte da fazenda que me pertence. E ele repartiu por eles a fazenda. (Lc 15:11)

 Conta-se que um certo  homem tinha 2 filhos, sendo que um deles, resolveu pegar a sua parte e partir para uma terra bem distante. E lá dissipou todos os seus bens que possuía. O tempo passou e depois de ter consumido tudo, sobreveio uma grande fome e ele começou a passar necessidade (Lc 15:11-14). Esse filho esbanjador só caiu na real quando ninguém  lhe deu mais nada(Lc 15:16b). Quando o pródigo perdeu o sustento que tinha, ou seja, aquilo que era apegado foi ai que deu valor a tudo que era do Pai.

Existem pessoas que não dão valor a família, mas só irão dar o valor devido quando perdem um ente querido. Muitas pessoas só irão cair em si quando sofrerem necessidade. E triste constatar que tiveram TUDO na vida, mas não deram valor por estarem apegadas as coisas deste mundo. Infelizmente existem muitos dentro das igrejas pregando o toma-la da cá, ou seja, que negociam com Deus. Aliás, existem  inclusive algumas igrejas cuja  salvação  é adquirir riquezas e incentivam o apego  ao crente viver regaladamente. Incentivam a buscar a bênçãos, mas não o Abençoador.
E se o fiel não adquire é porque não tem fé.  O interessante é que por muitas vezes Cristo nos adverte quanto a não depositar nossa confiança nos tesouros desta terra (Mt 6:19-31;Mt 19:24;Tg 5:1-6).

É triste saber que hoje muitos cristãos estão dando muito mais valor as coisas transitórias dessa vida esquecendo dos valores espirituais que levam a vida eterna.  

O pródigo só se voltou ao Abençoador, ou seja, seu pai, que ele era filho, e aquilo que lhe era apegado, ou seja, as coisas deste mundo, havia se acabado.  Existem muitos PRÓDIGOS, muitos crentes MIMADOS em muitas de nossas comunidades que só procuram a herdade do Pai, a benção do Pai. Que só querem viver dissolutamente como se essa vida de riquezas fosse a salvação de sua vida. Neste evangelho da prosperidade o importante é ter e não ser.  

Na parábola do rico e do mendigo Lázaro, vemos que o homem rico vivia regaladamente e esplendidamente vestindo-se de púrpura e linho finíssimo(Lc 16:19). Enquanto isso, o mendigo se alimentava das migalhas, do resto que caia na mesa do rico. Ambos morreram. Porém enquanto o rico estava no Hades, o mendigo foi levado ao seio de Abraão.(Lc 16:22-23).

A questão desta parábola de Jesus é que o importante não é onde você está, mas para onde você irá.   

Na eternidade era o mendigo que estava numa situação favorável e o rico desfavorável  (Lc 16:19-31).

A palavra de Deus diz que se esperarmos  em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens(1 Cor 15:19).  Jesus nos disse que devemos colocar nossa confiança em valores onde a traça e a ferrugem não corroem (Lc 12:33).

Através disso, podemos fazer alguns questionamentos e  refletir:

1)Quais tem sido são os nossos  valores hoje ?

2) Nós temos  plantado  para o Reino de Deus ou somente para nós ?

3) Onde será que nós iremos viver na eternidade, se vivermos conforme estamos  vivendo hoje?

Esta parábola nos mostra que o que rico plantou nessa terra, mas não pode semear no céu. 

Isso quer dizer que de nada adianta ter prosperidade material se não vivermos conforme a justiça de Deus. Existem muitas pessoas que dizem ser abençoadas pelo Senhor, que materialmente estão bem, mas vivem na avareza, vivem na usura  e na injustiça. Diz as Escrituras que estes não estarão com o Senhor. (Sl 15:1-5).   Também diz a palavra de Deus:

A justiça guarda o que anda em integridade, mas a malícia subverte o pecador (Pv 13:6).

Que paradoxo ter as bênçãos do Senhor neste mundo e não tê-las na eternidade.  Ter uma morada suntuosa nesta terra e habitar longe de Deus.  Ter as riquezas e não ter o provedor.

Por isso, por mais que preguem o ser cristão,  a realidade é que se a doutrina bíblica e cristocêntrica da graça e do novo testamento não for ensinada, veremos o cresimento cada vez mais de crentes superficiais e espiritualmente pobre, achando que bênção mesmo é aquilo que Deus pode dar.  Vemos muitos cristãos servindo mais a Mamom do que a Deus.

Muitos desses se dizem crentes, mas vivem entre dois pensamentos com ânimo dobre e vivendo uma vida que desagrade a Deus. Por isso não devemos nos apegar a nada que venha a tirar aquilo que é mais importante para o cristão que é a salvação de sua alma. 

Jesus nos adverte dizendo:

Filhos, quão difícil é para os que confiam nas riquezas entrar nos Reino de Deus (Mc 10:24b).

Mas Deus lhe disse: Louco, esta noite te pedirão a tua alma, e o que tens preparado para quem será?  Assim é aquele que para si, ajunta tesouros, e não é rico para om Deus (Lc 12:20-21)

Mas nos consola declarando:

                Bem aventurado o homem que teme ao Senhor, a sua descendência será poderosa, abençoada e na sua casa há prosperidade e riqueza e a sua justiça permanece para sempre (Sl 112:1-3).  

Anúncios

Sobre Anderson Cássio de Oliveira

Líder do ministério Missão Com Cristo, avivalista apologético, trabalha principalmente com ensino, discipulado e serviço cristão, voltados a levar a Igreja do Senhor a um avivamento genuíno (com base nas Escrituras). Administrador do blog de missões - Chamado para as Nações.
Esse post foi publicado em artigos e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s