Os primeiros lugares no Reino (parte 1)


church

Não te glories na presença do rei, nem te ponhas no lugar dos grandes;
Porque melhor é que te digam: Sobe aqui; do que seres humilhado diante do príncipe que os teus olhos já viram. (Provérbios 25:6-7)

Certa vez numa grande denominação comecei a observar o quantos muitos ministros desta igreja faziam questão de estar nos primeiros lugares , nas cadeiras destinadas ao presbitério em cima do púlpito. Enquanto observava , lembrei das palavras de Jesus que dizia:
“E amam os primeiros lugares nas ceias, nas primeiras cadeiras nas sinagogas e as saudações nas praças, e o serem chamados pelos homens – Rabi, Rabi (Mt 23:6-7).
E  aquilo que acontecia com os fariseus  no AT, com muitos ministros que preferem “lugares de honra” nas tribunas , nas plataformas e púlpitos das igrejas. E a mesma religiosidade e tradicionalismo que costumava “imperar” nos tempos antigos, também vivenciamos na atualidade.
Aliás , essa religiosidade começou no farisaísmo, continuou na igreja de Roma e chegou a muitas igrejas evangélicas.
Muitos líderes querem o reconhecimento humano como grandes “homens de Deus”, mas não fazem jus a serem chamados despenseiros do Senhor.
E  embora digam que toda honra ,glória e louvor é para Deus, na realidade querem para si.
Jesus condenou a hipocrisia dos fariseus que não viviam o que pregavam, mas que por motivos de prestígio, poder, dinheiro e fama faziam questão de “aparentar” santidade aos olhos dos outros.

O grande escritor Charles Swindoll em seus livro : “Como viver acima da mediocridade” cita quatro terríveis perigos do sistema mundano que são: 1)posses  2)prestígio 3)poder 4)prazer. Podemos dizer que esta também são caraterísticas de um sistema religioso corrupto.

No AT o privilégio de ser conhecido como líder permeava mais a mente daqueles religiosos do que agradar a Deus. Hoje isso não é diferente.
Não faz muito ouvi um pregador relatar o quanto se tornara importante, ser um famoso preletor de um famoso congresso de missões no sul do país.
Segundo muitas pessoas este congresso é a “vitrine” dos pregadores, pois quem prega neste lugar é considerado um “pregador importante”.
Enxergando por essa visão então colocaremos os grandes homens de Deus como George Whithfield, Charles Spurgeon, Jonathan Edwards abaixo desses, no chinelo, como se diz a expressão, pois não pregavam em congresso de movimento.

Que visão tacanha do que é ser pregador do evangelho de nosso tempo, não é mesmo?

Por isso não é de se estranhar que o evangelho de nossos dias se caracteriza por pastores-ídolos (alguns inclusive heréticos) onde o púlpito se tornou “palco” e aqueles que não estão nos primeiros lugares são chamados de plateia. Na verdade essa questão de uma classe superior  entre os líderes  vem da cultura grega e é o que as Escrituras  no livro de Apocalipse chamam de doutrina dos nicolaítas, ou seja, uma doutrina herética onde na igreja existe uma casta especial e superior na Igreja , ou seja, o chamado Clero. (Ap 2:15).
É por isso que muitos procuram os primeiros bancos nas plataformas das denominações, porque procuram os primeiros lugares nos púlpitos, porque muitas vezes  entendem que este status de ser líder o levam um patamar a mais no servir a Deus.  Ao invés de procurarem servir a Deus e aos homens , servem a si mesmo. Ao invés de buscarem o Reino de Deus e sua justiça, procuram a honra e os primeiros lugares.

Meu desejo é que essa mentalidade diabólica  de domínio e poder seja anulada em nome de Jesus de muitas igrejas e púlpitos.  Que busquem servir ao Senhor e não o reconhecimento que que vem dos homens , mas  Dele.
Que provem as suas obras ,revejam sua motivações se verdadeiramente  servindo a Deus ou a si mesmos.

Pois assim diz a palavra do Senhor:
Porque, se alguém cuida ser alguma coisa, não sendo nada, engana-se a si mesmo. Mas prove cada um a sua própria obra, e terá glória só em si mesmo, e não noutro. (Gálatas 6:3-4).

Anúncios

Sobre Anderson Cássio de Oliveira

Líder do ministério Missão Com Cristo, avivalista apologético, trabalha principalmente com ensino, discipulado e serviço cristão, voltados a levar a Igreja do Senhor a um avivamento genuíno (com base nas Escrituras). Administrador do blog de missões - Chamado para as Nações.
Imagem | Esse post foi publicado em artigos e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s