Desprezando o amor de Deus e matando os profetas (parte 2)


estevamAi de vós que edificais os sepulcros dos profetas, e vossos pais os mataram.
Bem testificais, pois, que consentis nas obras de vossos pais; porque eles os mataram, e vós edificais os seus sepulcros. Por isso diz também a sabedoria de Deus: Profetas e apóstolos lhes mandarei; e eles matarão uns, e perseguirão outros; (Lucas 11:47-49)

A pior coisa que existe num relacionamento é quando o amor não é correspondido.  É quando apenas uma das partes se dedica e a outra se torna indiferente a esta dedicação. Uma das coisas mais difíceis é quando o amor se esfria , quando alguém faz de tudo para ter de volta esse amor , mas uma das partes prefere viver segundo suas paixões momentâneas.

Pois bem, assim foi o relacionamento de Deus com o seu povo Israel e assim é também é o relacionamento da Igreja do Senhor com o seu Deus.

Muitas vezes por não entender o propósito do Senhor acabamos não amando ao Senhor de toda o nosso coração, com toda nossa alma e forças (Deuteronômio 6:5).

Jesus certa vez disse:

“Quantas vezes quis reunir seus filhos, como galinha ajunta seus pintinhos, mas vós não quisestes”(Mateus 23:37b).

Estes “quantas vezes” demonstra quais foram inúmeras as vezes que o Senhor mostrará Seu amor a Israel através da palavra profética liberada pelos seus profetas.

Cristo mostrara que foram inúmeras as vezes que o Senhor quis reunir os seus filhos como galinha a seus pintinhos. Esta expressão reunir com a galinha a seus pintinhos  significa um processo de paternidade, unidade e proteção espiritual.

Jesus ,como o Messias prometido, quis reinar sobre eles, procurou a unidade do Seu Povo, quis protegê-los  e conduzi-los  ao Senhor novamente, mas na realidade eles rejeitaram o Seu amor. Diz a palavra de Deus que eles, do povo de Deus não quiseram. (Mateus 23:37).

O Senhor não obriga ninguém a segui-lo ou obedecê-lo, mas dá o poder da escolha para o indivíduo e a consequência dessa escolha

“Eis que a sua casa ficará deserta”

Existe uma consequência para cada escolha que fazemos.  Diante da resposta negativa de Israel quanto a mensagem profética do Messias a consequência da desobediência foi a destruição do templo por parte dos inimigo. No ano 70 DC o símbolo espiritual dos judeus, ou seja, o templo de Jerusalém foi destruído. Jesus foi bem claro ao dizer que por não reconhecerem o tempo da visitação de Deus não ficaria ali “pedra sobre pedra”conforme está escrito:

Pois sobre ti virão dias em que os teus inimigos te cercarão de trincheiras e, por todos os lados, te apertarão o cerco; e te arrasarão e aos teus filhos dentro de ti; não deixarão em ti pedra sobre pedra, porque não reconheceste a oportunidade da tua visitação”
(Lc 19.43-44; cf. Mt 23.37-38; At 3.13-15). 

Não somente o templo físico, mas nosso corpo como templo espiritual é sagrado para o Senhor, mas pode sofrer as consequências dos nossos atos e escolhas quando pecamos  (1 Cor 3:16-17; 6:18-19).  O caso de Judas e Ananias e Safira demonstra como Satanás pode encher o coração de alguém e como o corpo pode sofrer o juízo de Deus para quem não teme ao Senhor (Lucas 22:3; Atos 5:1-11)

Muitas vezes o Senhor permite que o inimigo destrua nosso templo para que aprendamos , nos arrependamos e recomeçamos uma nova vida. (1 Cor 5:3-5).

Mesmo diante da rejeição do amor de Deus por parte de Israel, de terem matado os seus profetas e desprezado o Messias

“Bendito é o que vem em nome do Senhor”

A última declaração profética que o Senhor deu a Jerusalém foi:

“Declaro-vos, pois, que desde agora, já não me vereis, até que venhais a dizer: “Bendito é o que vem em nome do Senhor”.

Essa declaração de “Bendito é o que vem em nome do Senhor” foi usado no Salmos 118 no versículo 26 quando responsivamente os judeus cantavam em suas peregrinações em direção no Templo do Senhor.

Lembrando que Jesus chegou montado num jumentinho e foi saudado por muitos com essa declaração que em hebraico quer dizer: “Baruch Haba B’shem Adonai” (Lucas 19:41)

Ouvindo isso os religiosos repreendiam ao Senhor dizendo: “Repreende teus discípulos”, mas diz as Escrituras que toda a cidade se agitava (alvoraçava)com a chegado do profeta e
Messias (Lucas 19:39; Mateus 21:9-11).

Jesus respondeu a altura aos fariseus dizendo: Jesus, entretanto, lhes afirmou: “Eu vos asseguro, se eles se calarem, as próprias pedras clamarão!” (Lucas 19:40).

O ofício de um verdadeiro profeta é clamar e falar segundo a Verdade de Deus., mesmo diante de inúmeras oposições.  Como diz Charles Spurgeon:

“As pedras quebradas da Lei clamam contra nós, mas o próprio Senhor Jesus, que removeu a pedra da entrada do sepulcro, fala ao nosso favor. Não permitiremos que a as pedras clamem”.

Não deixemos , que a religiosidade hipócrita cale a voz profética e dom que Deus nos dá. Lembremos que se nós não clamarmos, as pedras clamarão

Muitas vezes a religiosidade tenta calar a voz profética, busca colocar o Espírito Santo numa caixinha de promessas e mandamentos de homens e impedir que o propósito de Deus não aconteça. Por muitas vezes não entender o propósito de Deus em suas vidas, muitos endurecem seu coração e fechando seus ouvidos a palavra do Senhor.

Ao invés de resistir ao Diabo e as coisas deste mundo, muitos acabam resistindo ao Espírito Santo, mesmo que falando em nome de Deus.

Jesus chorou por Jerusalém, por que eles não aproveitaram o tempo da visitação de Deus em suas vidas, antes pelo contrário, matavam os enviados “em nome do Senhor”.

Assim viviam os religiosos que em nome de Deus  mataram os profetas e que ajudaram a crucificar o Messias, o Cristo prometido de Israel, o Filho do Deus vivo.

Mas o mais interessante é que apesar de não te-lo reconhecido como o Enviado de Deus,
nesta vida , diz as Escrituras que  chegaria o dia que todos O viriam(inclusive aqueles que o traspassaram) e declarariam: “Bendito é o que vem em nome do Senhor”.

Sabe, queridos, a morte não pode deter o legado dos profetas. A morte de Cristo não pode deter o crescimento da Palavra de Deus por toda terra.  a morte não pode deter o envio do Espírito Santo. Sabe por que ?

Porque o Senhor vela por sua palavra para cumprir (Jeremias 1:12)

A morte não pode deter Jesus e Hoje Ele está vivo para julgar todo homem. Diz a palavras de Deus que Ele virá e todos o verão, mesmo aqueles que o rejeitaram como está escrito:

Eis que vem com as nuvens, e todo o olho o verá, até os mesmos que o traspassaram; e todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Sim. Amém. (Ap 1:7)

Ele continua tendo autoridade e todos aqueles que um dia desprezaram o amor de Deus, mataram seus profetas e o Messias dirão que só Ele é o Senhor.

Para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, nos céus, na terra e debaixo da terra, … (Filipenses 2:10)

Porque está escrito: ” ‘Por mim mesmo jurei’, diz o Senhor, ‘diante de mim todo joelho se dobrará e toda língua confessará que sou Deus’ “.  

Assim, cada um de nós prestará contas de si mesmo a Deus. (Romanos 14:11-12)

Anúncios

Sobre Anderson Cássio de Oliveira

Líder do ministério Missão Com Cristo, avivalista apologético, trabalha principalmente com ensino, discipulado e serviço cristão, voltados a levar a Igreja do Senhor a um avivamento genuíno (com base nas Escrituras). Administrador do blog de missões - Chamado para as Nações.
Esse post foi publicado em artigos, Estudos Bíblicos e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s