Pepinos, Maná e os Primeiros Frutos (parte 3)


frutos-de-canaa-1

E cessou o maná no dia seguinte, depois que comeram do fruto da terra, e os filhos de Israel não tiveram mais maná; porém, no mesmo ano comeram dos frutos da terra de Canaã. (Josué 5:12)

Como já foi dito nos estudos anteriores, Israel passou pelo estágio onde se alimentavam de pepinos (no Egito da escravidão) e Maná (no deserto da libertação). Mas diz a palavras que cessou o Maná e nesse mesmo ano eles puderam comer dos seus próprios frutos. O Senhor nos sustenta com Maná(Sua Palavra) nos desertos da vida até a chegada dos primeiros frutos

Vemos que o povo de Deus passou por 3 fases, sendo que a última, dos primeiros frutos é o resultado dos demais processos e a recompensa de viver na dependência de Deus.
Creio que a total dependência de Deus trabalha até a chegada do propósito de Deus em nossas vidas. Quando o Senhor libertou o povo do Egito, seu maior objetivo não era apenas aliviar a dor do Seu povo, mas dar-lhes descanso e os levar até o lugar que Ele tinha reservado. Vemos que o objetivo de terem sido libertos, de serem provados no deserto e lutarem antes os povos inimigos era para que chegassem até o lugar destinado por Deus. Nesse lugar desfrutariam da Terra e onde teriam descanso a toda a sua opressão.

Da mesma maneira no Éden fomos criados para lavrar e dominar a Terra, mas o fato de da humanidade ter se distanciado de Deus pelo pecado fez com que carregasse pra si uma carga pesada. Ao homem a pena de cansaço e suor para se sustentar e para mulher a dor ao gerar uma vida. Vemos que ele continuaram cultivando, mas havia uma disciplina a ser levada em decorrência de ter comido do fruto da desobediência.
Na nossa vida colhemos o que plantamos, quer por bem, quer por mal. A palavra diz que tudo o que o homem semear, isso também ceifará. (Gálatas 6:7).

Porém muitas vezes acreditamos que somos destinados sempre a sofrer e que andar com Deus e chegar ao propósito Dele em nossas vidas é algo inatingível. Acreditamos que nossos erros são tão imperdoáveis e para “vida eterna”. Pensamos  erroneamente e somos  levados a acreditar que somos merecedores a termos uma  vida derrotada.

Mas esquecemos que as misericórdia do Senhor é a causa de não sermos consumidos. A Bíblia é bem clara ao dizer:  O que encobre as suas transgressões nunca prosperará, mas o que as confessa e deixa, alcançará misericórdia. (Provérbios 28:13).   

Quando os espias foram observar a Terra, muitos acreditavam que isso era inatingível, pois haviam grandes obstáculos para alcançar.  E embora muitos que foram espiar aquela Terra, voltaram incrédulos e desanimados, o fato é que a fé de dois dentre os doze espias foi o suficiente para que eles possuíssem aquela terra.  Por 40 dias aqueles espias visitaram a terra e a a unanimidade era que lá havia muitos frutos. Segundo a Palavra de Deus quando subiram ao Vale de Escol cortaram um ramo de vide. Esse cacho e vara de uvas era tão bons e pesados que a vara onde estavam precisou ser carregada por dois israelitas (Números 13:23).  Vemos portanto que a Terra era fértil, o Senhor já havia dado ordem de conquistá-lo, mas faltava uma coisa importantíssima, a fé.

Na nossa vida espiritual  também acontece a mesma coisa, pois muitos não creem na esperança de um lugar especial e de uma vida Eterna. Como os espias incrédulos, muitas pessoas acreditam que esta é nossa única vida, por isso precisamos desfrutar da melhor maneira.  Quando o povo de de Israel saiu do Egito o propósito maior de Deus para aquele povo não estava apenas  sua escravidão,nem na sua libertação, mas na Terra prometida onde eles teriam “FRUTIFICAÇÃO”. Da mesma maneira como aconteceu no deserto, através do populacho, também haverá pessoas que serão usadas pelo Inimigo a nos impedir de chegarmos a esse propósito.

Creio que os primeiros frutos que precisamos plantar em nossa vida espiritual começa com os frutos do ARREPENDIMENTO. Eles devem ser as primeira sementes plantadas em nosso ser, pois envolve contrição, renúncia e mudança de atitude  (Lc 3:8).

Após isso  precisamos ser provados e frutificar em  nossa , pois ela  produz perseverança, como diz as Escrituras. (Tg 1:2-3).  A perseverança por sua vez produz um caráter aprovado que por fim produz confiança (Romanos 5:4).  A dependência de Deus trabalha até a fé ser firmada.

Além disso, precisamos desenvolver em nosso caráter o FRUTO DO ESPÍRITO que são o amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança.
Gálatas 5:22

Enquanto estivermos nessa peregrinação aqui nesta Terra até o lugar que o Senhor preparou precisamos aprender a desenvolver essas virtudes.  Precisamos plantar sementes espirituais na nossa família,no nosso ministério , no Reino de Deus e onde quer que formos se  quisermos de fato , colher bons frutos nessas áreas.

É necessário que aprendamos a plantar antes de desfrutar. Muitos querem ser servidos com o melhor, mas não querem servir. Querem receber algo sem compreender o custo, o trabalho que envolve sem precisar dar algo. Os primeiros frutos só chegarão em pessoas que semeiam em Deus, que são plantados junto as margens das águas de Deus que no tempo certo dará seu fruto(Jr 17:8;Sl 1:3).

Jesus disse que Ele é a videira verdadeira e o Pai o lavrador. E aquele que permanece Nele (Suas Palavras) esse dará fruto (João 15:1-7).  Mas enquanto estivermos nessa terra precisamos frutificar até alcançar o lugar preparado para o descanso das nossas almas.
A Terra Prometida para os crentes será a Nova Jerusalém, um lugar celestial onde colheremos os frutos da Vida Eterna. (Ap 21:1;22:5)

E aí amado: Que estágio desses está sua vida ?

– Na fase dos peixes e pepinos que olhar para trás e tem saudade do mundo (Egito) ?
Que murmura nos desertos, que só pensa em si e tem mente de escravo ?

– Na fase do Maná, cuja dependência e provisão vem de Deus, mas sem ainda
o fruto da sua fé ?

Ou você já chegou na fase dos primeiros frutos onde você já está colhendo daquilo que
plantou em Deus  ?

A resposta só você pode responder, pois quem semeia para a sua carne, da carne colherá ruína; mas quem semeia para o Espírito, do Espírito colherá a vida eterna. (Gálatas 6:8)

Saiba

 

 

Anúncios

Sobre Anderson Cássio de Oliveira

Líder do ministério Missão Com Cristo, avivalista apologético, trabalha principalmente com ensino, discipulado e serviço cristão, voltados a levar a Igreja do Senhor a um avivamento genuíno (com base nas Escrituras). Administrador do blog de missões - Chamado para as Nações.
Esse post foi publicado em artigos. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s