Pertencimento Espiritual


cruz (4)
Assim, meus irmãos, vocês também morreram para a lei, por meio do corpo de Cristo, para pertencerem a outro, àquele que ressuscitou dos mortos, a fim de que venhamos a dar fruto para Deus.
(Romanos – 7:4)

Na Roma antiga, segunda estudos, cerca de 30% da população era constituída de escravos (+- 2 a 3 milhões de pessoas) que pertenciam a uma pequena elite que não chegava a 2% da população.  Viviam a metade destes escravos nos campos e o restante nas cidades.  Quando Paulo escreve sua carta aos romanos, metade dos escravos de Roma eram cristãos e sabiam muito bem o que significava pertencer a alguém.
Em razão disso, muitas cartas de Paulo fazem esta relação  entre servo e seu Senhor.   

Em latim o escravo era denominado “servus” e era despojado de todo direito, sendo que  o dono possuía todos os direitos sobre sua ele,  inclusive sobre sua vida e morte.

 Paulo  quando escreve aos irmãos de Roma também usa a ilustração de uma mulher que está sujeita ao marido enquanto ele vive,porém morto o marido, esta viúva esta livre para ter outro  relacionamento. (Romanos 7:2)

Da mesma maneira, agora os cristãos romanos, estavam livres da Lei, por meio do Corpo de Cristo e não mais pertenciam a outro senão Aquele que ressuscitou, isto é, Jesus, o Cristo.

Sabe, amados, vivemos num tempo onde muitos crentes não entenderam ainda a quem servem , como servem e pra que fim estão servindo.  Muitos tem a Deus como seu Salvador e poucos possuem o entendimento Dele como o Senhor de sua vidas. Em razão disso, vivem de qualquer jeito na forma de pensar, falar e agir.  Há também muitos crentes piolho, ou seja, que vão pela cabeça dos outros , quer sejam líderes ou mentores.

Vemos que tanto o que vive dissolutamente, quanto os que são levados por homens e suas doutrinas não possuem um senso de pertencimento de Cristo. São cristãos nominais, mas
não crentes de fato.  Por esta causa, por não possuírem a marca de Cristo em seu coração acabam se desviando no propósito que o Senhor tem em suas vidas.

Como vimos anteriormente os escravos, ou seja, os servos iam aonde o seu Senhor mandava, sendo guiados pelo seu Senhor.

Contudo, se sois guiados pelo Espírito, já não estais subjugados pela Lei. (Galatas 5:18)

Porquanto o pecado não poderá exercer domínio sobre vós, pois não estais debaixo da Lei, mas debaixo da Graça! Súditos da Justiça pela Graça (Romanos 6:14)

Paulo ao falar aos romanos, mostrava que o Senhorio daqueles homens havia mudado não servindo mais a carne e a Lei que os condenava, mas a Graça de Deus.

E da mesma maneira que  a esposa se submetia e se sujeitava ao marido, o crente em Cristo
Jesus precisa se sujeitar ao seu esposo em tudo. E foi essa relação de escravo e senhor e de uma nova aliança entre uma mulher (viúva) e seu marido é que Paulo quis ilustrar.
Não basta dizer apenas Senhor, Senhor.. mas obedecer como diz as Escrituras:

E por que me chamais: ‘Senhor, Senhor’, e não praticais o que Eu vos ensino?
(Lucas 6:46) 

Nem todo aquele que diz a mim: ‘Senhor, Senhor!’ entrará no Reino dos céus, mas somente o que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. (Mateus 7:21)

Por isso quando ouvimos a voz do Espírito em nosso coração e obedecemos nos tornamos Um com Ele. (João 17:20-21).

Precisamos discernir nesse tempo a quem estamos pertencendo:

Se a um sistema religioso baseado em mandamentos humanos ou se pertencemos a Cristo baseados na Sua Palavra.

Vós, servos, obedecei em tudo a vossos senhores segundo a carne, não servindo só na aparência, como para agradar aos homens, mas em simplicidade de coração, temendo a Deus. E tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como ao Senhor, e não aos homens,Sabendo que recebereis do Senhor o galardão da herança, porque a Cristo, o Senhor, servis. (Colossenses 3:22-24)

Pedro  disse aos apóstolos :

Mais importa obedecer a Deus do que aos homens. (Atos 5:29)

Por isso, amados, precisamos entender a quem pertencemos. Esse pertencimento espiritual precisa ser “exclusivamente” do Senhor.

E vocês também estão entre os chamados para pertencerem a Jesus Cristo. (Romanos – 1:6)
Julgais as coisas pela aparência!… Quem se gloria de pertencer a Cristo considere que, como ele é de Cristo, assim também nós o somos. (2 Corintios – 10:7)

 

Anúncios

Sobre Anderson Cássio de Oliveira

Líder do ministério Missão Com Cristo, avivalista apologético, trabalha principalmente com ensino, discipulado e serviço cristão, voltados a levar a Igreja do Senhor a um avivamento genuíno (com base nas Escrituras). Administrador do blog de missões - Chamado para as Nações.
Esse post foi publicado em artigos. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Pertencimento Espiritual

  1. Pingback: Pertencimento Espiritual | Blog do Ministério Com Cristo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s