Meu filho, você me amas ?


jv-06-30

Depois de terem comido, perguntou Jesus a Simão Pedro: Simão Pedro: Simão, filho de João, amas-me mais do que estes? Respondeu-lhe: Sim, Senhor; tu sabes que te amo. Disse-lhe: Apascenta os meus cordeirinhos. (João 21:15)

Sabe, amados, estava num culto matutino da minha comunidade cristã, quando ouço a voz do Senhor dizendo: “Filho você me amas” ?

Você me ama mais que seus irmãos que não creem ?
Me ama mais que a liturgia que você reclama ?
Você me ama mais que as riquezas deste mundo?
Ama-me mais que as preocupações desta vida ?
Ama mais que sua ideologia política ?
Você ama mais que sua própria família ?

Quando ouvi essas coisas fiquei a meditar se verdadeiramente amava ao Senhor de acordo com o Seu amor.  Pois bem, depois dessas perguntas, logo veio a minha lembrança a pergunta que Jesus fez a Pedro.  Uma pergunta direta e objetiva de alguém que sondava o coração e conhecia a alma do homem falho e pecador. Naquele momento, Jesus usou o seu lado profeta e prevendo o que havia no coração do discípulo perguntou por três vezes se este O amava. ( João 21:15-17)

Este lado profeta, se manifestou anteriormente em  Judas Iscariotes, mas só que a reação foi bem diferente do de Pedro. Com Judas o Senhor não tinha nenhuma dúvida de quem o trairia.(Jo 13:11;18;21;26-27).   Creio que diante de um coração impenitente e propenso
não há nada a fazer a não ser o juízo de Deus. Em relação a Pedro, Jesus foi claro ao dizer que ele passava por um processo de conversão: “Quando te converteres..apascenta minhas ovelhas. ( João 21:17)

No caso de Pedro diz a palavra que Satanás o quis peneirar como trigo,mas que o Senhor rogou por ele (Lucas 22:31). A peneira separa o verdadeiro trigo daquilo que não é…
Embora inconstante, Pedro precisaria passar pelo processo de maturação, ou seja, de maturidade espiritual e vemos isso no discurso no dia de  Pentecostes (Atos 2:1-4).
Vemos isso também em sua atitude na questão dos animais em Atos 10-11.

O interessante é que Satanás precisou de permissão para poder peneirá-lo. Entendemos com isso, que podemos sim, como cristãos ser provados como também aconteceu com Jó,
mas são nossas atitudes ao longo da nossa caminhada que nos mostrarão se amamos ou não a Deus.

Fico a imaginar o Senhor sondando o nosso coração neste momento e vendo o que está passando em nossa vida e se realmente O amamos de todo nosso coração.

Há alguns  anos atrás uma colega de teologia perguntou a nossa professora:

– Se o Senhor conhece nosso coração, por que muitas vezes nos pergunta algo ?
Algo em meu interior respondeu: Aquilo que você ama você corre atrás para realizar.Realmente quando amamos, buscamos agradar a pessoa amada com algo ou com alguma declaração, bem como, vivendo uma vida que agrade aquela pessoa amada.  O Senhor sabe o que acontece em nosso coração, mas Ele deseja ouvir em nossa vida, declarações de uma noiva apaixonada e rendida.  Ele deseja saber também se vamos fazer Sua vontade.

A palavra de Deus diz:

Amarás, pois, o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças. (Deuteronômio 6:5)

“Aquele que tem os meus mandamentos e obedece a eles, esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado por meu Pai, e Eu também o amarei e me revelarei a ele.”
(João 14:21)

Por fim, entendo que amamos a Deus quando agimos e reagimos as suas ordens e mandamentos. Quando demonstramos com nossas atitudes que “realmente” O amamos, não somente de boca, fazendo SUA VONTADE, mostramos verdadeiramente esse amor.
Quando Jesus indagou a Pedro, Ele fez uma pergunta(Me amas?) mas também lhe deu uma comissão(apascentar suas ovelhas).  Como num relacionamento sincero  devemos entender que só declarações de amor não impressionam Deus, mas atitudes de fato.
E como disse certa vez.. o amor de fato .. requer um ato. (João 3:16)

 

Anúncios

Sobre Anderson Cássio de Oliveira

Líder do ministério Missão Com Cristo, avivalista apologético, trabalha principalmente com ensino, discipulado e serviço cristão, voltados a levar a Igreja do Senhor a um avivamento genuíno (com base nas Escrituras). Administrador do blog de missões - Chamado para as Nações.
Esse post foi publicado em artigos. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s